• (21) 2290 5886 / 2209 1950
  • (11) 4305 7900 / (11) 2369 5871
  • Seg - Sex | 8h às 17:30h

Saiba o melhor tipo de central de alarme de incêndio para o seu prédio!

por nexos
central de alarme de incêndio

Um dos elementos mais importantes de qualquer edificação é, sem dúvidas, a central de alarme de incêndio. Ela garante a proteção das pessoas e um acionamento rápido em caso de fogo ou fumaça. Entretanto, é necessário contar com um sistema completo de prevenção. Que envolve, por exemplo, detectores e outros dispositivos. Para garantir a identificação rápida em uma emergência, a central mostra no painel o endereço do equipamento acionado.

Existem no mercado dois tipos de sistema: os endereçáveis e os convencionais. Os dois possuem características distintas e devem ser escolhidos corretamente. A fim de te ajudar a fazer a melhor escolha para seu sistema de detecção, escrevemos este artigo. Continue lendo para saber mais!

Como funcionam os sistemas convencionais?

Os sistemas convencionais são, geralmente, os mais utilizados. Eles são adequados para projetos mais simples, com ambientes que possuem áreas menores e menos dispositivos. É uma solução que permite o monitoramento da área delimitado por zonas e/ou setores. Normalmente o sistema convencional é composto por uma central de alarme de incêndio somada a detectores e/ou acionadores. Cada um deles fica responsável pela cobertura de uma área ou setor.

Vale ressaltar que sistemas convencionais exigem manutenção periódica, pois eles não detectam falhas e nem defeitos nos dispositivos (detectores e acionadores) de forma automática.

Sistemas endereçáveis

Já os sistemas endereçáveis são denominados desta forma, pois a sua aplicação permite que cada dispositivo receba um “endereço”. Sendo assim, a central de alarme de incêndio pode ser utilizada em pequenos, médios e grandes ambientes, devido a sua tecnologia aplicada. Possibilitando, dessa forma, uma atuação rápida e eficiente, uma vez que a central indica no display o dispositivo acionado.

A central consegue “conversar” com cada dispositivo de maneira rápida e individual, mantendo controle sobre aqueles que estão ativos, bem como indicando as possíveis falhas no sistema. Deve-se lembrar que os sistemas endereçáveis utilizam protocolos proprietários, ou seja, os dispositivos instalados devem possuir o mesmo tipo de comunicação.

Qual é a melhor alternativa para a central de alarme de incêndio?

Quando se fala em proteção contra incêndios, a central endereçável ajuda na identificação do problema, pois sua ação é rápida e precisa. Portanto, contar com informações confiáveis é determinante na preservação de vidas e do patrimônio. Sendo assim, ambientes menores e que utilizam pequenas quantidades de equipamentos podem recorrer ao sistema convencional. No entanto, é importante ter atenção, haja vista que apesar de ser uma solução mais em conta, ela tem sido substituída por sistemas mais inteligentes. Ou seja, em muitos casos vale a pena optar por um sistema endereçável, mesmo que nem todos os pontos sejam utilizados.

Ainda tem dúvidas? Entre em contato conosco!